Ocupação Mirada

Vislumbrar cenários

Ao deparar-se com certas fendas em suas dinâmicas, nossa sociedade, capaz de se reformular reiteradamente, elabora prismas que revelam novos projetos de manutenção do mundo. Episódio determinante do presente, a pandemia que nos acomete desde 2020 impôs distanciamentos nas diferentes instâncias da vida, transformando práticas socioculturais e, consequentemente, deflagrando perspectivas sobre – e a partir de – tais circunstâncias.

Perante esse cenário inevitável e imprevisível, aqueles que fazem da arte um poderoso meio de (re)criar laços com o mundo demonstraram habilidade em articular formatos e temáticas imprescindíveis para estabelecermos relações com aquilo que nos acontecia, suas consequências e, sobretudo, com as condições que nos levaram até aqui e os caminhos que avistam renovados horizontes.

Após cinco edições e dez anos de existência, o Mirada – Festival Ibero-Americano de Artes Cênicas não teve sua realização em 2020 devido à crise sanitária. Ao observar que a produção nunca cessou e viabilizou novos expedientes estéticos e conceituais, a Ocupação Mirada 2021 acontece neste ano – antes da sexta edição do festival em 2022 –, e busca fomentar terrenos para partilhas que anunciam características atualizadas de aspectos como concepção, criação e fruição.

Dedicada às produções e reflexões artísticas provenientes dos diferentes territórios e da pluralidade de culturas da Ibero-América, a Ocupação Mirada 2021 recorre a um formato híbrido entre presencial e on-line, que inclui espetáculos, aberturas de processos, acervos audiovisuais e atividades formativas. São ações que dão continuidade à trajetória do festival, como parte de sua memória e de seus novos frutos, que conjugam experiências adquiridas tanto por criadores quanto por espectadores ao longo deste período e tratam de temas fundamentais em nossas aproximações sensíveis e críticas a contextos geopolíticos, que podem nos ser familiares e, também, ao primeiro contato, estranhos.

Ao reconhecer neste decurso maneiras particulares de observarmos, nos relacionarmos e nos manifestarmos sobre aquilo que nos atravessa e nos constitui como sociedades e indivíduos, e que são tenaz e incessantemente investigadas pelo teatro contemporâneo, a Ocupação Mirada 2021 pavimenta um espaço traçado por pontes entre artistas e públicos, nas quais transitam poéticas e discursos que inspiram a apreensão, a interpretação e a reformulação da trajetória humana.

Danilo Santos de Miranda

Diretor Regional do Sesc São Paulo

 

Ficha técnica

OCUPAÇÃO MIRADA 2021

SESC – SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO

ADMINISTRAÇÃO REGIONAL NO ESTADO DE SÃO PAULO

PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL
Abram Szajman

DIRETOR DO DEPARTAMENTO REGIONAL
Danilo Santos de Miranda

SUPERINTENDENTES
Técnico-social Joel Naimayer Padula
Comunicação Social
Ivan Giannini
Administração Luiz Deoclécio Massaro Galina
Assessoria Técnica e de Planejamento Sérgio José Battistelli

GERENTES
Ação Cultural Rosana Paulo da Cunha
Estudos e Desenvolvimento Marta Raquel Colabone
Artes Gráficas Hélcio Magalhães
Atendimento e Relacionamento com Públicos Milton Soares de Souza
Centro de Produção Audiovisual Silvana Morales Nunes
Desenvolvimento de Produtos Évelim Moraes
Difusão e Promoção Marcos Ribeiro de Carvalho
Sesc Digital Fernando Amodeo Tuacek
Administração de Pessoas Roberto Pera
Desenvolvimento de Pessoas Cecília Camargo Maman Pasteur
Tecnologia da Informação Elias Cesco
Assessoria JurídicaCarla Bertucci Barbieri
Assessoria de Relações Internacionais Áurea Leszczynski Vieira Gonçalves
Assessoria de Imprensa Ana Lucia de La Vega
Contratações e Logística Adriana Mathias
Patrimônio e Serviços Nelson Fonseca

Coordenação Geral Luiz Ernesto Alvarez Figueiredo

Coordenação Executiva e Curadoria Emerson Pirola, Sergio Luis de Oliveira, Rani Bacil Fuzetto, Rose Silveira, Silvio Luiz da Silva

Equipe Alexandra Linda Herbst Matos, Alexandre Amorim, Aline Ribenboim, Aline Stivaletti, Ana Carolina Fragoso, Ana Teixeira, Andrea Pincela, André Queiroz, Angelita Borges, Bruna Marcatto, Camilla de Carli Fonseca, Carla de Souza, Carlos Rocha, Carmen Lelli, Cassio Fialho, Cinthya Martins, Claudia Dias Perez, Clayton Lima, Cristiane Komesu, Daniel Tonus, Debora Dacanal, Edivan Alves de Freitas, Eduardo Silva, Edvaldo Paulino, Erica Georgino, Fabíola Raquel Binas Rego, Felipe Veiga, Fernando Hugo da Cruz Fialho, Francisco Santinho, Francisco de Assis Gaspar, Frederico Zarnauskas, Gislayne Oliveira, Giuliano Magalhães, Gregório Trevizan Lixandrão, Guilherme Foresti, Heloisa Ururahy, Heloisa Pisani, Heron Demetrius, José Alves da Silva, José Gonçalves Junior, José Osvaldo Teixeira Júnior, Juliana Ramos, Karina Musumeci, Kelly Adriano de Oliveira, Leandro Coelho, Lígia Azevedo, Lígia Helena Ferreira Zamaro, Lilian Ambar, Lilian Ronchi, Luciana Camara, Luis Miguel Oyarzun Perez, Madalice Alves, Maria Rizoneide Pereira, Mariana Fessel, Mildred Gonzalez, Nádia Mangolini, Octávio Weber Neto, Otto T. A. Afonso, Patricia Rapace, Paulo Sérgio Sabino, Pedro Vilaverde, Priscilla Moreira, Priscila Modanesi, Priscila Oliveira, Renato Coelho, Renato Silva Banti, Renato Shigueru Yoshinaga, Ricardo Tacioli, Rogerio Ianelli, Rubens Lutero, Sidênia Freire, Simone Ziszerman, Solange Alboreda, Taís Haydée, Tamara Demuner, Tina Cassie, Thiago Caixote, Thomas Castro, Tiago Marchesano, Tiago Melo, Wagner Nogueira Diniz

Fluxo, Produção, Revisão e Tradução Textual Carol Ribas, Mariana Delfini, Samantha Arana e Gabriel dal Bó (ADB Traduções)

Assessoria de Imprensa Canal Aberto Comunicação

Identidade Visual, Projeto Gráfico e Diagramação Estúdio Claraboia

Foto Dani Sandrini

Transmissão Wellington Medeiros Barbezan e WT1

Editoria Web Juliana Pithon Indexação

Site Michelly Magalhães

Tradução simultânea Alexandre Alcântara, Ana Van Eersel, Cristiano Borges, Jacob Pierce, Maurício Nogueira da Silva

Intérpretes de libras Felipe Frissi e Amanda Frissi

Produção executiva João Carlos Couto



Edições Anteriores

Compartilhe

Programação dia a dia | dezembro 2021